Fila Para Chegar Ao Topo Do Evereste Bate Recorde E Causa Dois Mortos

Esta semana foi necessária mais paciência para conseguir tirar uma foto no topo do Monte Evereste do que para escalar a própria montanha.

Mais de 200 alpinistas chegaram ao topo da montanha, na quarta-feira, batendo o recorde do número de subidas realizadas no mesmo dia.

Os alpinistas formaram uma fila numa das passagens estreitas da colina, no ponto mais alto do planeta. Os alpinistas esperaram mais de duas horas para chegar ao topo, afirmou o ministro do turismo do Nepal, Gyanendra Shrestha, que deu conta das queixas das expedições.

Um norte-americano desmaiou no cume da montanha enquanto tirava uma foto. Apesar da ajuda para recuperar a consciência, Donald Lynn Cash acabou por falecer enquanto era transportado de volta,

Segundo o jornal espanhol “El País”, foram dois os alpinistas a morrer depois de realizarem a subida. Além do norte-americano, foi registada também a morte da indiana Anjali Kulkarni. Ambos de 55 anos, morreram na descida, depois de chegarem ao cume.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO