VIDEO: Leão Bebé Usado Como Atração Turística Tinha Pernas Partidas Para Não Fugir

Um leão bebé foi torturado na Rússia por quem ambicionava torná-lo numa atração turística. De acordo com o Daily Mail, os donos do animal partiram-lhe as pernas traseiras para impedir que este fugisse enquanto tirava fotografias com turistas.

O animal, de seu nome Simba, teria apenas semanas quando foi retirado à sua mãe e usado como atração turística. Foi propositadamente magoado para impedir que tentasse fugir quando crescesse.

O animal foi depois abandonado, e deixado a morrer à fome, amarrado a um estábulo na região do Daguestão. Foi encontrado por uma equipa de resgate animal, liderado por Yulia Ageeva, que desde então submeteu o pequeno leão a uma cirurgia para tentar salvá-lo das suas lesões.

 
Valdimir Putin teve conhecimento do sucedido e ele próprio ordenou que fosse feita uma investigação ao caso.

Atualmente, o pequeno Simba já consegue andar e provou com toda a sua força o porquê de ser considerado o rei da Selva. Isto porque apesar de toda a dor pela qual passou, e com a ajuda de uma equipa que puxa muito por ele, tem recuperado a sua capacidade de locomoção.

Veja como evoluiu o animal no video:

DEIXE O SEU COMENTÁRIO