Prisioneiros Na Finlândia Vivem Em Prisões Abertas Onde Aprendem Competências Tecnológicas

Não me lembro quando ouvi pela primeira vez sobre prisões abertas na Finlândia, mas fiquei imediatamente intrigado com o fato de um sistema de justiça criminal permitir que os presos saíssem diariamente para trabalhar ou estudar.

Os abolicionistas das prisões imaginam uma sociedade que não coloca as pessoas em jaulas, argumentando que as prisões não podem ser reformadas e que todo o sistema deve ser desmantelado.

Por definição, as prisões abertas não são abolicionistas, mas estão reimaginando a prisão. Um terço das prisões da Finlândia funcionam em regime aberto.

Já segue a FunCo no Instagram?