“Que a Virgem Me Perdoe o Que Faço Na Cama”: Vídeo Sensual Na Catedral De Toledo Lança Polémica

As imagens sensuais da música ‘Ateo’, de C. Tangana e Nathy Peluso, contrastam com o local onde as mesmas são gravadas. A Catedral de Toledo foi palco em setembro para a gravação do vídeo musical e não tardou em que o mesmo causasse polémica.

O videoclipe mostra o cantor madrileno Tangana e a cantora argentina Peluso a dançarem de forma muito sensual dentro da Catedral e já provocou uma guerra entre o decano da igreja e o arcebispo. De um lado Juan Miguel Ferrer Grensche, decano da Catedral, que defende o videclip, do outro a Arquidiocese que alega que “desconhecia completamente” a gravação deste tipo de imagens.

Juan Miguel Ferrer Grensche defende que o videoclipe conta a história de “uma conversão mediante o amor humano” cintando a letra da canção: “Eu era ateu, mas agora acredito, porque um milagre aconteceu”. Porém, a mesma canção também contém frases como: “E que a Virgem de Almudena me perdoe as coisas que eu faço na sua cama”. O decano desculpou-se por “algumas pessoas não gostarem”, mas defende que, mesmo com uma “linguagem visual provocativa”, o videoclipe não afeta a fé e que é apenas a linguagem “típica da cultura do nosso tempo”.

Por outro lado, a Arquidiocese de Toledo opõe-se à posição tomada pelo decano. Num comunicado, o arcebispo “lamenta profundamente estes acontecimentos e desaprova as imagens registadas” e diz que desconhecia totalmente a “existência, conteúdo e resultado final da gravação do videoclipe”.

O arcebispo desculpa-se ainda por aqueles que se sentiram “justamente prejudicados pelo uso impróprio de um lugar sagrado” e compromete-se a “desenvolver um protocolo para a gravação de imagens para divulgação pública em qualquer catedral”.

Também o sacerdote e membro da Sé Catedral de Toledo, Féliz GM Bartolomé, se manifestou sobre o sucedido, colocando-se do lado da Arquidiocese. Féliz manifestou sentir “grande indignação com o videoclipe”, e disse considerar que este “ofende gravemente Deus e a dignidade do templo”.

Além da guerra de posições dentro da Igreja, o videoclipe também está a causar alvoroço nas redes sociais com muitos católicos a manifestarem a sua opinião. Os fiéis já organizaram, inclusive, uma oração do rosário para este domingo.

Já segue a FunCo no Instagram?