Casal Gay De Pinguins Rapta Cria Em Jardim Zoológico Da Dinamarca

Um casal de pinguins homossexual, desesperado por ser pai, raptou uma cria para criar como sua no Jardim Zoológico de Odense, na Dinamarca. Um dos animais aproveitou o momento em que os pais biológicos estavam a nadar e decidiu levar o bebé consigo.

A tratadora de animais, Sandie Hedegård Munck, explicou aos meios de comunicação locais que “era possível ver que alguma coisa estava errada. Os pais tinham desaparecido e a cria foi simplesmente levada. Foi um par de machos gay que a levaram e ficaram com ela”.

Sandie diz acreditar que tudo aconteceu quando a mãe pinguim foi tomar o seu banho diário e que quando regressou, o macho esqueceu-se dos seus deveres parentais e deixou o bebé sozinho. “Esperei que os pais voltassem e exigissem o filho de volta, mas o macho estava a passear pelo habitat como se nunca tivesse tido um filho”, acrescentou a tratadora, referindo que a mãe era muito mais protetora do filho, sendo até agressiva para os tratadores que se aproximassem demais da cria.

O zoo decidiu que caso os pais não reclamassem o bebé, deixavam o casal gay ficar com ele. Mas após aproveitarem um dia inteiro, os pais biológicos confrontaram o casal e apesar destes não terem “desistido sem dar luta”, com alguma ajuda de Sandie o filho foi devolvido aos pais.

Depois de se aperceberem da necessidade do casal de ter uma cria sua, os tratadores decidiram dar-lhes um ovo de uma mãe que não tivesse condições de tratar dele.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO