Kevin Spacey é Acusado De Agressão Sexual e Partilha Vídeo Provocador No YouTube

Kevin Spacey não surgia nas redes sociais há mais de um ano. Na altura, o ator norte-americano emitiu um comunicado onde pedia desculpa a Anthony Rapp, o primeiro jovem a acusá-lo de assédio sexual, e revelava pela primeira vez que é homossexual.

Na passada segunda-feira, véspera de Natal, o ator decidiu voltar à ribalta e reapareceu com um vídeo intitulado “Deixem-me ser franco”, um trocadilho com o nome da sua personagem na série “House of Cards”, Frank Underwood. A maneira como o fez está a ser criticada e encarada com espanto e surpresa, até por outros atores de Hollywood.

Kevin Spacey, vencedor de dois Óscares, foi afastado de House of Cards depois das acusações de vários homens por agressões sexuais terem sido tornadas públicas. No vídeo, Spacey diz saber que o público o “quer de volta” e refere: “Claro que houve quem acreditasse em tudo e estivesse à espera de me ouvir confessar tudo. Estão mortos por me ouvir declarar que tudo o que disseram é verdade e que tive o que merecia. Mas não vou pagar pelo que não fiz”.

O vídeo, que já soma mais de 8 milhões de visualizações, termina com Spacey a dizer que em breve será conhecida “toda a verdade”.

O ator, de 59 anos, deverá comparecer perante um juiz no dia 7 de janeiro de 2019 para responder por acusações de agressão sexual e lesão corporal ao filho de uma jornalista televisiva de Boston, alegadamente praticadas num restaurante da ilha de Nantucket em julho de 2016.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO