VIDEO: Lisboa Não é a Mesma, Mas Resiste (Tal Como Nós). A Mensagem Da CML

No dia 20 de março, Manuel Alegre descrevia, em poema, a nova Lisboa que temos, quase deserta, na sequência da pandemia.

Uma Lisboa sem risos nem abraços, uma Lisboa cheia de ninguém, fechada dentro de si mesma.

Uma Lisboa diferente, mas que segundo o escritor “ainda resiste”.

E é esta a mensagem transmitida também na segunda-feira pela Câmara Municipal de Lisboa que, num vídeo que tem como banda sonora o poema de Manuel Alegre, mostra-nos a Lisboa dos dias de hoje.

Ruas desertas, uma calma sem precedentes, e um sol que raia com poucos para o aproveitar.

A mensagem é de esperança e faz acreditar que tudo vai ficar bem. Lisboa voltará ao normal, tal como todos nós retomaremos as nossas vidas.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO