Mendigo Recebe 100 Euros Para Fazer Tatuagem Na Testa Com Nome Do Noivo Na Despedida De Solteiro

Jamie Blake, North Shields, N28″ foi o que ficou tatuado na testa de um mendigo polaco de 34 anos. Não foi um desejo seu, mas de um grupo de turistas britânicos que comemorava em Benidorm a despedida de solteiro de um deles e que acharam graça que o sem-abrigo ficasse com o nome e a nova morada do noivo bem visíveis. Não satisfeitos, uma fotografia foi publicada no Facebook, que acabou por ser removida depois de vários comentários a condenarem o ato.

90 Libras foi o que o grupo reuniu (cerca de 100 euros) para dar ao sem-abrigo, dinheiro que dias depois lhe foi roubado após um assalto de desconhecidos enquanto dormia na praia. Ficou apenas com 17 euros.

O caso foi denunciado pela Associação Empresarial Britânica de Benidorm. A presidente da associação, Karen Mailing Cowles, tomou conhecimento do incidente e descobriu que o seu nome é Tomek.

Karen Cowles, que por coincidência é casada com um profissional de tatuagens, revelou que Tomek lhe contou que viajou 2.700 quilómetros a pé da Polónia para Benidorm há três meses, depois de a relação com a namorada ter acabado e que é alcoólico.

Karen Cowles fez questão de afirmar que este ato desumano deixara “a comunidade espanhola bastante desgostosa com o que acontecera”, bem como os turistas que souberam do facto, e criticou uma atitude tão inacreditável como esta em que “a troco de algum dinheiro, houvesse pessoas que se quisessem divertir com seres humanos que vivem em condições tão vulneráveis”.

A frase “Jamie Blake, North Shields, NE28” tatuada na testa de Tomek era para ser mais extensa, mas a dor que sentiu durante a tatuagem fez com que o profissional interrompesse o trabalho para o qual fora contratado pelos participantes da despedida de solteiro do noivo britânico.

O noivo, que entretanto já foi contactado, negou o envolvimento no caso e receia poder custar-lhe o emprego. Apesar de admitir que tinha estado a beber em bares com cerca de 30 amigos na noite da despedida de solteiro, afirmou que não assistiu ao momento em que Tomek fez a tatuagem. Jamie Blake disse que ficou alcoolizado e foi-lhe pedido para abandonar o bar, tendo-se separado dos amigos. O inglês garantiu que só soube do caso quando os amigos e familiares o contataram a partir do Reino Unido para perguntar se era ele que estava nas notícias.

Karen Cowles já referiu que pretende ajudar a remover a tatuagem da testa do mendigo, mas considera que a resposta a esta situação ultrajante não se deve ficar por uma recolha de dinheiro que apenas retire a prova da violência sobre terceiros como foi a frase tatuada na testa de Tomek. Em declarações ao jornal The Guardian, Karen Cowles considera que “é preciso conhecê-lo melhor e ajudá-lo tanto quanto possível, porque as suas necessidades pessoais vão muito além desta situação.”

DEIXE O SEU COMENTÁRIO