VIDEO: Mulher Mais Velha a Superar a Covid-19 Tem 113 Anos

María Branyas, de 113 anos, é a mulher mais velha da Espanha e agora também a pessoa mais velha a vencer o novo coronavírus, diz a associação do Grupo de Pesquisa em Gerontologia de Olot, Girona, cidade onde mora.

María foi diagnosticada em abril com a covid-19, permanecendo isolada várias semanas no seu quarto, na residência de Santa Maria del Tura, em Olot, Girona, mas acabou depois por dar negativo para a presença do vírus no último teste, o que mostra que venceu a doença.

Aos 113 anos, María garante que está “bem, com os pequenos inconvenientes que todos podem ter” e agradece aos profissionais de saúde pelos cuidados que recebeu no lar onde reside e diz que todos “são muito gentis, muito atenciosos”.

A filha, Rosa Moret, fala de María como “uma mulher forte e positiva”, que “apanhou uma infeção urinária e ficou doente sem nenhum outro sintoma”.

O último dia em que a família pôde visitá-la foi precisamente no da sua festa de 113 anos, a 4 de março, e desde então todo o contacto foi feito por telefone.

“Agora que ela está bem, ela quer falar, explicar, refletir. É ela de novo”, diz a filha, que é quem mantém uma conta de María na rede social Twitter.

Questionada sobre o segredo da longevidade da mãe, Rosa diz que se deve a “ter uma boa saúde”, nunca fumou ou teve nenhuma doença grave, “nem mesmo um osso partido”, apesar de nunca ter feito grande atividade física, com exceção das caminhadas pela Rambla de Girona com os amigos.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO