Polícia Dá De Mamar A Bebé Faminto Num Hospital

O gesto de uma agente da autoridade em Buenos Aires, na Argentina, está a correr mundo. A mulher, Celeste Ayala, que estava de serviço num hospital pediátrico em La Plata, decidiu dar de mamar a um bebé que não parava de chorar.

O bebé em causa tinha sido separado da mãe por ordem judicial e estava no hospital por se encontrar malnutrido.

A agente de 28 anos, que foi mãe há muito pouco tempo não pensou duas vezes e sensibilizada com o facto, não se importou com as pessoas ao redor edeu de mamar ao bebé, que imediatamente parou de chorar por ter tido a sua fome saciada.

“Foi o meu instinto maternal a falar mais alto”, disse mais tarde aos médicos que presenciaram a cena.

Foram os próprios colegas de Celeste Ayala que deram a conhecer ao mundo o bonito gesto da companheira através de uma publicação no Facebook. Um deles publicou a foto, acompanhada de um emotivo texto que não deixou ninguém indiferente.

“Quero tornar público este grande gesto de amor que tiveste hoje para com esse bebé. Mesmo sem o conheceres, não tiveste dúvidas e por um momento agiste como se fosses sua mãe, sem te importares com o cheiro e a sujidade da criança que tanto incomodaram os senhores profissionais do hospital”, escreveu o companheiro em homenagem a Celeste. Ele que com este gesto, sem o imaginar, a catapultou para os quatro cantos do mundo.

A atitude de Celeste Ayala valeu-lhe, ainda, o reconhecimento do próprio governo provincial de Buenos Aires, que a promoveu à patente de sargento.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO