Vídeo De Menino a Explicar à Mãe o Bullying Que Sofre, Está a Emocionar As Redes Sociais

Tido como um dos problemas mais complicados dos Estados Unidos entre os adolescentes nas escolas, o bullying pode conduzir a graves estados de depressão e ansiedade.

Keaton Jones é um desses meninos, vítimas de bullying que parece não aguentar mais a pressão de ser constantemente perseguido sem razão aparente.

“Eles gozam com o meu nariz. Dizem que eu sou feio. Dizem que eu não tenho amigos. E isso é devastador”, refere ele no vídeo que divulgou, entretanto, nas redes sociais e que conta, já, com 16 milhões de visualizações e com o apoio de celebridades, como Snoop Dog, Chris Evans e Mark Hamill, Donald Trump Jr, Dr. Phill, Dana White, divulgando vários posts no Tweet de apoio, com o hashtag #StandWithKeaton.

O rapaz de Knoxville, no Tennessee, perguntou à sua mãe, Kimberly Jones, que o filmava, uma pergunta que muitos gostavam de ver respondida: “Apenas por mera curiosidade, porque praticam atos de bullying? Qual é o objetivo? Porque encontram alegria em molestar uma pessoa inocente e serem más para ela?”, perguntou o rapaz, desfeito em lágrimas, acrescentando: “Não está nada ok!”.

A mãe, entretanto, pergunta: “O que te dizem?”

“Eles gozam com o meu nariz. Dizem que eu sou feio. Dizem que eu não tenho amigos.”, diz Keaton, desfeito em lágrimas.

E a mãe continua: “O que fizeram com o teu almoço?”
“Despejaram leite para cima de mim e colocaram as mãos dentro da minha roupa. E depois mandaram-me pão para cima”, continua o rapaz.

No mesmo vídeo, Keaton explica que não é apenas ele vítima de bullying, mas outros meninos da escola.

“Não gosto que façam isto comigo e não gosto que o façam com os outros meninos. Porque não está correto! As pessoas que são diferentes não têm culpa de o serem, não é por culpa deles que são assim. Mas se essas pessoas forem alvo de gozo, então o que lhes posso dizer é para ficarem fortes. Não deixem que isso vos afete! Mal talvez fique melhor, um dia…”, conclui.

O vídeo, publicado no Facebook, recebeu mais de 16 milhões de visualizações, depois de ser divulgado pela mãe.

“Para que fique registado, o meu filho pediu-me para divulgar isto apenas depois de o ir buscar, porque – uma vez mais realço! – tem medo da hora de almoço!”, escreveu a mãe no Facebook.

Foi entretanto criada uma conta no GoFundMe, para ajudar a pagar os custos com a educação do pequeno Keaton.

O vídeo conseguiu, entretanto, mais de 330 mil partilhas no Facebook e tornou-se uma verdadeira corrente contra o mal que é hoje o bullying!

DEIXE O SEU COMENTÁRIO