CMTV Processa Autor De Vídeo Falso Sobre “Carro Submerso Na Póvoa De Varzim”

A CMTV decidiu tomar medidas legais contra um espectador que enviou deliberadamente um vídeo falso para o canal, apresentando uma situação fictícia de um carro submerso na Póvoa de Varzim. A ação judicial, que foi formalizada na última sexta-feira, procura uma compensação substancial por danos causados.

O canal de televisão destaca que o autor do vídeo manipulou intencionalmente as imagens, substituindo a realidade por uma montagem que mostrava um carro de brincar submerso, gerando uma situação de alarme desnecessário. A CMTV afirma que irá responsabilizar o autor da montagem “até às últimas consequências” no tribunal.

Carlos Cruz, advogado que representa o canal, expressa a sua perplexidade com a atitude do autor do vídeo, salientando que a divulgação de informações falsas e enganosas prejudica não apenas a credibilidade dos meios de comunicação, mas também gera ansiedade e preocupações injustificadas na sociedade.

O advogado ressalta a importância de combater tais comportamentos irresponsáveis e destaca que, embora o fenómeno das “fake news” ainda não tenha uma resposta jurídica adequada, é inevitável que os ordenamentos jurídicos lidem com esse flagelo no futuro.

Já segue a FunCo no Instagram?