Jacinto, o Cão Que Espera Pelo Dono Que Faleceu No Terramoto No México

Chama-se Jacinto, e ainda espera pelo dono sobre os escombros do que um dia foi a casa da família.

O dono, um homem de 97 anos, morreu durante o terremoto de 7.1 graus de magnitude, que fez tremer a Cidade do México e onde 343 pessoas perderam a vida, a família vivia em Atzitzihuacán, Puebla, perto do epicentro sismo.

Durante vários dias, bombeiros e voluntários trabalharam para resgatar vítimas, localizar corpos, e começar a limpar e reconstruir os locais afectados. Este cão não abandonou o local onde o dono perdeu a vida, soterrado na sua própria casa.

Mais do que uma vez tentaram retirar o cão do local que, minutos depois voltava, e deitava-se novamente em cima dos escombros. Assim ficou até que o corpo fosse retirado sem vida.

“Por mais que tentássemos tirá-lo do lugar para remover os escombros, ele voltava e deitava-se justamente no local em que o dono perdeu a vida. Esta é uma prova de amor e fidelidade de um cão para com o seu dono”, disse umas das testemunhas, Manuel Rivera Guzmán.

O homem, de 97 anos, acabou por não conseguir sair da sua casa no início do tremor de terra. A esposa, Antonieta, de 85 anos, não estava em casa, e sobreviveu.