Quando Um Pescador Subestima a Força e Rapidez Da Sua Pescaria

Quando este pescador pensou que tinha conseguido pescar algo, a sorte virou-se contra ele e em vez de apanhar um peixe, acabou por ficar sem a cana de pesca.

Sentado num pequeno banco, o pescador russo espera calmamente que o isco seja mordido, mas quando finalmente aconteceu, ele não só não conseguiu tirar o que pescou da água, como ainda lhe foi arrancada das mãos a cana de pesca.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO