“Salvar Vidas Não é Crime”. Português Enfrenta Justiça e Pede Ajuda

O jovem português Miguel Duarte tinha apenas 24 anos quando, ao ver notícias sobre as tragédias no mar relacionadas com os refugiados, decidiu que era a sua vez de ajudar estas pessoas.

Assim, em 2016, juntou-se à organização não-governamental alemã Jugend Rettet e partiu para o alto-mar.

“Ao fim de um ano tinha salvo 14 mil pessoas”, diz Miguel Duarte num vídeo publicado no YouTube pela Humans Before Borders, no qual apela à ajuda de todos.

Este apelo surge na sequência de ter sido constituído arguido pelo governo italiano por suspeitas do crime de auxílio à imigração ilegal, onde arrisca 20 anos de prisão.

No referido vídeo, Miguel explica como decidiu que deveria fazer alguma coisa pelos milhares de refugiados que arriscam as suas vidas em alto-mar para fugirem à miséria e à guerra nos seus países de origem.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO