Tony Carreira Acusado De Plágio: Ouça e Compare Algumas Das Canções Da Polémica

O Ministério Público fez a comparação entre as pautas musicais de 11 originais, indicando os autores e os respetivos intérpretes, na maioria obras e artistas franceses e latinos.

O Ministério Público (MP) acusou o cantor Tony Carreira de plagiar 11 músicas de autores estrangeiros, com a colaboração do compositor Ricardo Landum, também arguido, considerando que se “arrogaram autores de obras alheias” após modificarem os temas originais.

No despacho de acusação do MP a que a agência Lusa teve acesso relata-se que, “conhecedor da falta de consentimento para se apropriar de obras originais e de que apenas se limitou a modificar”, Tony Carreira alterou a sua qualidade junto da Sociedade Portuguesa de Autores, de autor para adaptador, em relação a três músicas, “quando foi confrontado com a inveracidade da autoria de trabalhos que havia registado anteriormente”. São elas “Depois de Ti Mais Nada”, “Se Acordo e Tu Mão Estás Eu Morro” e “Sonhos de Menino”.

De acordo com o refererido despacho, “Después de Ti…Qué” é uma música criada por Rudy Amado Perez, em 2000, e que terá dado origem a “Depois de Ti Mais Nada”. Veja aqui alguns exemplos:

“Depois de ti mais nada”, uma das obras mais emblemáticas de Tony Carreira, terá como fonte de inspiração “Después de Ti…Qué”, criada Rudy Amado Perez, em 2000.

“Sonhos de menino”, em que o músico conta parte da sua infância em Trás-os-Montes, poderá ser um plágio de “L’Idiot”, de 1981, da autoria de Hervé Vilard e Henri Didier René.

 
A obra “Me Muero”, da autoria de Maria Graciela Galan e Joaquin Galan Cuervo, foi, segundo o MP, a base para a composição da música “Se acordo e tu não estás eu morro”.

“Esta falta de ti”, de 2004, terá sido copiada do tema de Natasha St Pierre, Toi QUi Manques à Ma Vie, de 2002.

 
“Leva-me ao céu”, um tema de 1998, de Tony Carreia, poderá ter como origem a música Suddenly You Love Me, dos The Tremeloes, de 1968.

“Adeus até um dia”, tema do Tony Carreira no álbum com o mesmo nome e lançado em 1996.

“Tzigane”, criada em 1993 por Jean-Michel Emile Claude Berriat e interpretada por Frédéric François.

 
Puisque tu pars”, criada em 1987 e interpretada por Jean Jacques Goldman (“Já que te vais” – música e letra do álbum “Cantor de Sonhos”, lançado em 2001).

City of New Orleans”, criada em 1978 por Steve Goodman e interpretada por Willie Nelson (“Nas horas de dor”)

 
“Regarde toi”, criada por Jean-François Bernard Berger/Gray Felix e interpretada por David Charget (“O anjo que eu era”, do álbum “Sonhador, Sonhador” de 1998.).

“Je t”aime”, criada e composta por Lara Fabian e Rick Allison (“Por ti”).

 
“Ne viens pas”, da autoria de Dean Landon e interpretada por Roch Voisine (“Porque é que vens”, do álbum “O homem que Sou” – 2011).

DEIXE O SEU COMENTÁRIO