Cavalo De Carruagem Turística Morre Em Itália Num Dia De “Calor Abrasador”

Tornou-se viral uma fotografia de um cavalo morto caído no chão perto do Palácio Real de Caserta, na região italiana da Campânia.

A imagem espalhou-se rapidamente pela Internet e gerou indignação não só no país, mas também a nível internacional.

A foto foi registada por um turista, num dia de “calor abrasador”. O cavalo aparece na imagem caído ainda atrelado à carruagem em que carregava os turistas.

Um voluntário da Autoridade Nacional de Proteção Animal de Caserta partilhou uma mensagem nas redes sociais: “Palácio Real de Caserta, há pouco… Apesar do calor, os cavalos continuam a subir e a descer com carga total. (…) Hoje, um deles não aguentou mais e há pouco desabou no chão. Está morto”, escreveu Nicola Compomorto.

“Em breve será substituído como se substitui um autocarro para turistas, que era a sua função. Quando faz uma escolha, certifique-se de que não causa sofrimento aos outros, incluindo aos animais”, acrescentou.

Segundo o La Vanguardia, será feita uma autópsia ao animal que irá confirmar se a morte se deveu ao esforço de puxar a carruagem em dia de altas temperaturas.

 
A Organização Nacional para a Proteção dos Animais (ENPA), de Itália, condenou o sucedido e referiu que há anos que combatem para impedir a exploração equestre, embora o governo argumente que esses passeios turísticos são autorizados pelas Autoridades Sanitárias Locais (ASL), pelas autoridades municipais e pela administração do Palácio Real de Caserta.

“É um absurdo que os animais ainda sejam usados ​​para esses fins, mesmo com o conhecimento científico que mostra que os animais sofrem exatamente como nós”, comentou Massimo Pigoni, vice-presidente nacional da ENPA.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO