Jovem Revela a Falta De Segurança Que Sente Ao Andar Pelas Ruas Do Porto

PORTO: jovem relata a falta de segurança que elas sentem hoje em dia, especialmente quando andam sozinhas. Num só dia, foi assediada na rua por 2 homens (aparentemente indostânicos ou magrebinos).

Perseguem-na, seguram-lhe a mão contra a sua vontade, tiram-lhe fotos, pedem-lhe o número. Para estes gajos, se uma mulher está sozinha na rua é porque “não tem dono” e é um alvo legítimo para as suas investidas.

Para um homem pode não ser evidente como isto é horrível, mas ser perseguido assim gera uma sensação de vulnerabilidade extremamente desconfortável e assustadora.

Mesmo que ela estivesse nua ninguém tinha o direito de a perseguir e assediar. Mas como se vê bem no vídeo, a rapariga estava TAPADÍSSSIMA, com um hoodie largo e até com o capuz enfiado. Mesmo assim, o ataque persiste.

Portugal está a mudar rapidamente, e não é para melhor. 1 em cada 3 jovens portugueses já foi embora e a nossa população está a ser substituída por outras culturas que não têm necessariamente os mesmos valores.

@fdsousaa

CUIDADO NO PORTO! Tenho a Cara do homem na part2 com as gravações

♬ som original – Darkan

@fdsousaa Respondendo a @fdsousaa ♬ som original – Darkan

Já segue a FunCo no Instagram?