Marca Faz-se Passar Por Luxuosa e Vende Sapatos De 15 Euros Por 500 Euros

Uma empresa de venda de sapatos quis ‘testar’ os clientes e os chamados influenciadores digitais (bloggers, instagrammers e youtubers) e decidiu vender sapatos de 15 euros a… 500 euros. O objetivo era mostrar como é que uma marca, fazendo-se passar por luxuosa, mesmo não o sendo, consegue ‘esgotar’ o stock.

Para provar que até os influenciadores digitais podem ser enganados facilmente, a Payless, uma marca de sapatos americana criada em 1956, resolveu arrendar uma antiga boutique da Giorgio Armani em Santa Monica, na Califórnia, e encenar a inauguração de uma luxuosa nova marca de sapatos. Os responsáveis da Payless também optaram por inventar um nome mais pomposo. Escolheram apelidar a nova e luxuosa marca de Palessi.

No entanto, o calçado que estava à venda não valia centenas de euros. Eram só e apenas os pares que vendem na sua marca low cost, mas com os preços alterados e uma nova etiqueta. Por exemplo, uns sapatos que custavam 16,95€ passaram para 640 dólares (cerca de 561 euros). O melhor da história é que os influenciadores ficaram fascinados com a qualidade da “nova marca” e compraram vários modelos de stilettos e sapatilhas.

Posteriormente, os influenciadores foram informados pela marca do que tinha na verdade acontecido, o dinheiro foi-lhes devolvido e os sapatos ‘luxuosos’ ainda foram oferta da casa.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO