Parque Infantil Inova Com Brinquedos Totalmente Adaptados Para Crianças Deficientes

Uma das unidades da AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente) teve a iniciativa de estrear o primeiro parque infantil acessível na cidade de São Paulo.

Esse parque é fruto de um sonho do executivo Rudi Fischer que largou a sua carreira no Banco Itaú para poder trabalhar em casa e ficar mais perto de sua primeira filha, Anna Laura, que até então tinha 3 anos de idade.

No mês seguinte dessa decisão, a pequena Anna morreu num trágico acidente de carro.

Parque 1

Depois dessa terrível perda, Rudi viajou para Israel e conheceu os preceitos do judaísmo, “Aprendi que deveria realizar algo positivo em nome dela para ajudar a elevar a sua alma”, lembra. Ainda na viagem ele conheceu Jaffa, 50km de distância de Jerusalém, quando se deparou um com escorrega adaptado para crianças com deficiência que tinha ao invés de uma escada, uma rampa.

Parque 2

Foi então que ele teve a ideia de construir o primeiro parque acessível na cidade de São Paulo.

Batizada de Anna Laura Parques para Todos, essa ideia conta com a colaboração da AACD, que disponibilizou terapeutas para ajudar no projeto dos brinquedos e voluntários que ficaram ao lado dos engenheiros para que isso se concretizasse.

Ao todo são 15 peças, com baloiços para crianças com dificuldades motoras e equipamentos pensados nos utilizadores de cadeira de rodas. O investimento chegou aos 120 mil reais, que foram suportados por Fischer, que atualmente está reformado.

Parque 3

Mais espaços semelhantes serão inaugurados em Santo Amaro, ainda esse ano e também em Recife e Porto Alegre. “É emocionante poder ajudar o próximo por meio de uma homenagem à minha filha”, diz Fischer que ainda tem o intuito de lançar um livro sobre a história da sua filha e fundar uma ONG de auxílio aos pais de luto.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO