Três Crianças São Resgatadas De Casa Imunda e Sem Nenhumas Condições

Imagens chocantes gravadas no momento em que a polícia chega a uma habitação após receberem uma denúncia anónima revelam as péssimas condições onde três crianças foram encontradas.

Os polícias e membros do Conselho Tutelar da cidade de Redenção (a 52Km de Fortaleza) enocntraram as crianças em situação de completo abandono, trancadas dentro de uma residência na periferia da cidade. A casa estava repleta de lixo e os menores eram submetidos a maus-tratos, passavam fome e sede enquanto a mãe estava fora.

As vítimas de abandono têm dois e cinco anos. As duas crianças de dois anos são gémeas e uma delas estava deitada numa rede coberta por fezes. A insalubridade chamou atenção até dos agentes mais experientes, que participaram da ocorrência.

Segundo o subtenente Clarindo, da Polícia Militar, o primeiro passo foi resgatar as crianças. Elas foram retiradas de lá e tomaram banho. Os agentes ainda alimentaram as vítimas. “Pareciam que nunca tinham visto comida na vida”, disse o cunhado da mãe das crianças, que só descobriu a situação após um agente o avisar.

A mãe das crianças foi depois encontrada pela polícia e em depoimento ao delegado titular de Redenção, Edcarlos Sousa, a suspeita disse que saiu cedo de casa, deu o lanche das crianças e foi comprar comida. A mulher ainda negou os maus tratos, mas foi autuada por abandono de incapaz, maus tratos e cárcere privado.

Segundo o delegado, a mãe informou que recebe um salário mínimo do auxílio reclusão do marido, que está preso. A residência é alugada e não tem água e nem energia.

As crianças estão agora em casa de familiares, próximo à casa onde foram encontradas. Na residência, mora a avó, o tio e outras pessoas que dizem desconhecer a situação. “Ela não deixava a gente entrar. Nunca víamos as crianças. Ficavam trancadas direto”, disse o cunhado da suspeita.

DEIXE O SEU COMENTÁRIO